Costela de boi

postado em: Carnes vermelhas, Receitas | 2

Uma das mágicas do Sous Vide é transformar carnes duras em carnes macias. Com a costela de boi isso é bem visível, você consegue desmanchar a peça no garfo!

Além de uma melhor consistência, a carne fica mais saborosa. Como sempre gostamos de lembrar, o Sous Vide ajuda a manter as propriedades da carne, diferente do método tradicional onde o alimento é cozido à uma temperatura superior.

O tempo de cozimento é alto (de 36 à 48 horas), mas dá resultado à uma costela diferente de tudo que você já viu. É uma receita que quem gosta de Sous Vide não pode deixar de tentar.

Ingredientes:

  • 1 kilo de costela bovina
  • Sal à gosto
  • Pimenta à gosto
Tempo Temperatura
48:00 57ºC

*A temperatura varia o ponto de cozimento da carne. À 57ºC a costela vai ter uma consistência mal passado para no ponto

Preparo:

  • Pegue a costela de boi e com um papel toalha seque-a
  • Utilize sal e pimenta à gosto para temperar
  • Utilize uma embalagem para estar embalando a vácuo em uma máquina a vácuo
  • Utilize o termocirculador profissional TC da Orved Brock para cozinhar o alimento em uma baixa temperatura por um longo período de tempo
  • Passado o tempo, retire a costela do TC
  • Retire da embalagem e dê mais uma secada para tirar o excesso de líquido
  • Dê uma selada na carne para dar cor e consistência na parte externa. Ela já está pronta para consumo e você vai perceber que é possível desmanchar ela no garfo. Aproveite essa deliciosa receita!

Armazenamento:

Caso queira armazenar o alimento, retire o alimento do TC e dê um choque térmico utilizando o nosso termoresfriador, uma bacia com água e gelo ou um resfriador rápido. Dando o choque térmico, você pode armazenar o alimento na geladeira por um período que vai de 15 à 40 dias (depende do tipo de alimento). No congelador esse tempo sobe muito mais. Ao querer consumir, é só retirá-lo da geladeira/congelador e esquentá-lo novamente. Ele estará pronto para consumo, mantendo todas as propriedades. Essa é uma das vantagens do Sous Vide, poder deixar todos os alimentos pré-prontos fora do horário de pico.

2 Responses

  1. Luís Fernando

    Olá Pessoal,

    Primeiramente parabéns pelo Site, as dicas são excelentes.

    Tenho uma receita de costela ao vinho, que originalmente é selada em uma panela e depois assada por 2:30 no forno a 180 graus, mas gostaria de testá-la no Sous Vide. Poderiam me aconselhar qual a melhor maneira de fazer a receita no Sous Vide:

    1 – Pensei em cozinhar a costela no sous vide por 24 horas e terminar no forno com o molho
    2 – É possível fazer toda a receita no sous vide? Devo selar a carne em uma panela antes para dar cor?

    Orbigado!

    Luís

    • Orved Brock

      Boa tarde Luís!
      Agradecemos pelo seu comentário.

      Em relação às suas perguntas, as duas opções são possíveis. O principal é entender que quando finalizado o processo do Sous Vide a costela já vai estar cozida e pronta para consumo. Então colocar no forno ou selar a carne em uma panela vai servir para deixar a parte externa crocrante e o alimento com uma aparência mais apetitosa, ou adicionar temperos que não tinham sido adicionados anteriormente (ex vinho).

      Sobre selar antes ou depois fica a seu critério. Existem chefs que preferem selar antes do processo e outros que preferem selar depois. Acho que para você descobrir qual é o melhor, vai ter que testar os dois =)

      Qualquer outra dúvida estamos à disposição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *